O Festival

O 1º Festival Internacional de Artes de Brasília (FestiArte) é um projeto do Governo do Distrito Federal, realizado pela Secretaria de Cultura em parceria com Secretaria de Educação e apoio da Secretaria de Turismo, Escola de Música de Brasília, embaixadas da Espanha, China, Venezuela, Dinamarca, México, Suécia e República Tcheca, visando o estabelecimento de um circuito cultural em Brasília, durante o verão.

O evento acontece entre 04 de janeiro e 12 de fevereiro de 2012, com 58 shows, como de Paulinho da Viola, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Vanessa da Mata, Luiza Possi, Pedro Mariano, Eumir Deodato, Cida Moreira, Lia de Itamaracá, Oswaldo Montenegro além de nomes da nova geração, como Tulipa Ruiz, Felipe Catto. Alguns artistas da cidade, também, engrandecem o evento, marcando presença ao longo de toda a programação. São eles: GOG, Renata Jambeiro, Ellen Oléria, InNatura, Patrick de Jongh, Dillo Daraujo e Marcelo Café, além de apresentações da Orquestra Sinfônica e da Orquestra Filarmônica de Brasília.

O Festival também conta com 08 espetáculos de dança como “Qualquer coisa a gente muda” dirigido por João Saldanha com os bailarinos Angel Viana e Maria Alice Poppe, além de outros 26 espetáculos teatrais, como “Lamartine Babo”, escrito por Antunes Filho, dirigido por Emerson Danesi, “R&J de Shakespeare – Juventude Interrompida”, “Silêncio Total – Vem Chegando o Palhaço Xuxu” personagem criado pelo ator Luiz Carlos Vasconcelos em 1978 e “Máquina Hamlet Fisted”, com texto e direção de Wolfgang Pannek.

Além de saraus literários, mostras cinematográficas, exposições e apresentações dos concertos da 34ª edição do Curso Internacional de Verão de Brasília (CIVEBRA), realizado pela Escola de Música de Brasília, já histórico na cidade, o FestiArte integra a realização de oficinas e recitais à produção cultural brasiliense, reconhecendo o valor da Escola de Música de Brasília na formação artística candanga.

A programação, totalmente gratuita e com linguagens artísticas variadas tem o objetivo de  ampliar o público das salas de espetáculo e formar novos espectadores. As salas Villa-Lobos, Martins Pena e Alberto Nepomuceno do Teatro Nacional Cláudio Santoro, o Centro de Convenções Ulysses Guimarães, a Biblioteca Nacional, o Cine Brasília, Centro Cultural Banco do Brasil, a Casa do Cantador e as regiões administrativas de Sobradinho, Estrutural, Taguatinga, e São Sebastião recebem diversos espetáculos, com grandes nomes da arte brasileira e internacional.

Confira a programação completa e outros detalhes do Festival nesse site.

Um comentário:

Alter Ego disse...

Teremos o Festival novamente em 2013? Ficam as recomendações: Arnaldo Baptista (que vem fazendo uma ótima turnê com o seu "Sarau Poético"), Mutantes, Tom Zé, Paulinho Moska, Jupiter Maçã e O Terço.

Abraços.